Justiça nega pedido de prisão contra padre que atropelou suspeito de furtar igreja


Foto: reprodução

A Justiça negou, nesta terça-feira (10), o pedido de prisão preventiva feito pela Polícia Civil contra o padre investigado por atropelar um homem suspeito de furtar a Igreja São Sebastião, em Santa Cruz do Rio Pardo (SP). O Ministério Público havia recomendado o indeferimento do pedido.

O juiz Pedro de Castro e Sousa negou o pedido de prisão com o argumento de que, embora haja gravidade na conduta, a Justiça entende que o frei Gustavo Trindade dos Santos, de 37 anos, suspeito do atropelamento, não oferece risco, e que os advogados dele estão colaborando com as investigações.

VEJA MAIS: VÍDEO: Padre atropela suspeito de furtar igreja no interior de SP

“Não há indícios de possível reiteração delitiva ou de que o investigado se furtará a aplicação da lei penal, sendo possível a sua manutenção em liberdade neste momento, com o consequente indeferimento do pleito policial”, explicou o juiz.

No entanto, o juiz concedeu a quebra de sigilo dos dados telefônicos do frei, considerando que, até o momento, o investigado não se apresentou para ser ouvido.

A decisão da Justiça determina que as empresas de telefonia forneçam os históricos de chamadas telefônicas, com todas as ligações e mensagens efetuadas e recebidas entre 7 de maio de 2022 e 9 de maio do mesmo ano.

g1

The post Justiça nega pedido de prisão contra padre que atropelou suspeito de furtar igreja appeared first on Blog do BG.



Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *